domingo, 10 de fevereiro de 2013

Crónicas das melhores coisas do mundo

Adormecer o meu cão no colo. Olhar para ele e sentir que ele me ama como poucos me amaram. Afagar-lhe o pêlo e sentir que a minha proteção é muito importante para ele, assim como também o é para mim.  Da forma como me olha, enquanto o adormeço, sei que é para sempre. É um amor a sério - puro, verdadeiro, genuíno, desculpabilizante, cúmplice, maravilhoso e eterno.

"(...) temos muito a aprender com os animais, um animal é de facto aquele que te ama incondicionalmente, ele só quer saber se tu chegas, não quer saber se lhe ralhaste de manhã, se vens chateado, ama-te incondicionalmente. (...) Como é possível tu pegares num animal que estás a olhar nos olhos, metê-lo no carro sabendo que vais à estrada abandoná-lo? Que tipo de pessoa é capaz de fazer isto? Se tu és capaz de fazer isto, és capaz de muitas outras coisas. E quando não for um animal e for o teu avô, que já ouve mal e tal?
Pessoas que são capazes de fazer mal aos animais, para mim definem-se em relação a muita coisa na vida." por Rodrigo Guedes de Carvalho.

2 comentários:

  1. Sabes, há uns meses uma pessoa que conheço mudou de casa e perguntou se eu podia ficar com os porquinhos-da-índia dela. Na altura nem pensei bem nas consequências, disse que sim e pronto.

    Quando eles chegaram cá a casa foi um autêntico trinta e um: dão imenso trabalho, só fazem porcaria, comem como bois e ainda por cima sou alérgica a eles. Mas aprendi a amar o raio dos bichos, e o facto é que são as coisas mais fofas do mundo (ontem vi um deles a bocejar e a adormecer, tão fofo) :D

    Um dia destes estava na cama e disse ao Pedro que se fosse hoje não me tinha comprometido a ficar com eles, mas que ao mesmo tempo não compreendia mesmo como é que alguém conseguia abandonar os animais. E depois disse 'as pessoas que abandonam os animais não podem ser boas pessoas, pois não?' e ficámos em silêncio a pensar naquilo.

    Não podem ser boas pessoas, simplesmente. Percebo as pessoas que por falta de possibilidade, condições ou tempo optam por dar os seus animais para adopção, mas abandoná-los? Não compreendo isso. Quem faz isso certamente nunca viu um animal a bocejar e adormecer como uma criança ;)

    Beijocas :)

    ResponderEliminar
  2. Os animais são do melhor que há. Muito leais, ternos e amigos. São parte da familia.

    Bjokas.

    ResponderEliminar