sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Updating.

Estou cheia de trabalho, sem grandes planos elaborados, deixando correr os dias ao sabor de leves movimentos de dança contemporânea. Tenho treinado todos os dias a minha capacidade de ser leve. A todos os níveis possíveis para um ser. Tendo a ser bem sucedida em alguns desses dias, outros porém, falho redondamente na intenção. A vida é mesmo construída desta forma errante. O maior erro de todos é o de sofrer por erros e acertos baseados na exigência inconsequente da perfeição. Ela só existe no sentimento pleno de Amor. Não existe nas atitudes. Não creio que seja possível, por isso deixo-me ir ao sabor desta dança de viver.

Os meus dias resumem-se em andar às voltas com os dinheiros, com as poupanças que eu não faço, com os pensamentos de que daqui a um mês e pouco estou sem trabalho e sem perspectivas, com as alimentações mais calmas mas ainda não calmas o suficiente, com as calças que ainda não me servem mas que já estiveram mais longe. Também às voltas eu ando com as vontades de ser amada e amar mais, mais beeeeeeem mais, com as músicas, com as saudades, com o passado que já não me cabe na mão mas que me escorre do coração, com as mudanças que quero, com o presente que anseio e com o futuro que preciso.


E é isto. Sem grandes saltos em comprimento, mas com algumas derrapagens à trave.

E o fim-de-semana, levemente, chegou. Apetece-me dançar, respirar ar puro, sentir a minha alma e o meu corpo em total liberdade.

3 comentários:

  1. Eu adoro ler-te. Adoro a forma como escreves, e já to disse variadas vezes :) Ainda bem que descobri o teu blog Mia ;)

    Sim, eu quero ir para Psiquiatria. Ou não. Depende dos dias ;) Mas agora ando mesmo entusiasmada e feliz com o meu estágio ;)

    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
  2. Aproveita e diverte-te muito este fim de semana :) *

    ResponderEliminar