quinta-feira, 5 de julho de 2012

I can't.

Não estou a conseguir! Estou cada vez com mais comportamentos alimentares compulsivos e sem conseguir colocar fim. Quando dou por mim, estou a caminho do supermercado. Quando dou por mim estou a comer. Não sei o que se passa. Aliás sei, a minha cabeça não sintoniza, de forma nenhuma, o modo dieta. E isso não é algo que eu tento impor a mim mesma. É algo que sinto. Quando ligo esse modo, ligo mesmo. Ainda não liguei e estou sem saber onde está o botão. O problema não é que eu tenha comido um bolo ou um chocolate, o problema grave no meio destas minhas queixas todas é que estou completamente compulsiva nas atitudes. Estou com um peso que já não via há uns anos. Sim. Estou com o corpo completamente diferente, mais gorda, muito mais. E cada vez que a bola fica maior, mais vontade tenho de desistir. E um dos meus maiores dramas é que quero ver resultados quase imediatos, quero ver o peso a baixar e depois como não consigo, fico cada vez mais ansiosa e o rendimento é totalmente negativo. Estive a ler muito na Internet e estou farta de saber que dietas malucas não funcionam, mas o meu modo desespero está a vencer-me. Aqui não há sensatez nenhuma. Quando começo a ver o meu corpo assim, entro em modo desespero e a reacção esperada é aquela que teima em não aparecer. Conheço, perfeitamente, a fórmula do emagrecimento - alimentação boa + exercício - hidratos de manhã, hidratos e proteína ao almoço, proteína ao jantar, comer de 3 em 3 horas, beber muita água e comer fruta e legumes + corrida. Porém, estou aliciada pela dieta Atkins ou Dunkan, também conhecida pela dieta da proteína. Esta dieta, dizem, ajudou a Kate Middleton a perder muitos kilos num curto espaço de tempo. Eu acho que esta dieta deve ser seguida por um período nunca superior a duas semanas, pelo menos a fase mais restritiva que proíbe hidratos por completo. Alguém conhece este tipo de regime alimentar? Já utilizaram? 


E pronto, liguei o modo desespero. Segunda-feira já volto ao trabalho e a roupa está apertada e tudo sem jeito nenhum. Não consigo!

 I can't do this. Deixem-me desabafar, isto vai equilibrar. Mas por agora, nada de mais equilibrado e bonito tenho a dizer. Sou o espelho do desiquilibro e da inexistência de força de vontade. POR AGORA!

6 comentários:

  1. Calma, às vezes podemos não estar a conseguir sozinhas mas com uma ajudinha vai lá. E não falo só em especialistas, mas sim nas pessoas que nos rodeiam, nos nossos amigos e família. Eu falo por mim, não tinha excesso de peso mas sentia que precisava perder 5 quilinhos para me sentir melhor, mas também achava sempre que não conseguia. Pedia ajuda ao meu namorado e já perdi 7 ;) Vá, força nisso. Vais conseguir vais ver.

    ResponderEliminar
  2. Olha eu tenho um enorme apetite e não engordo. O segredo está em fazer exercício regular e beber muita água. Ao fazeres exercício regularmente aceleras o teu metabolismo e por isso consomes mais gorduras naturalmente. força aí*

    ResponderEliminar
  3. Miuda, as tuas palavras podiam ser as minhas há algum tempo atrás. Como te entendo! Ainda tenho fases mais "parvas", mas desconto nos frutos secos, pão e fruta e já não faço essas corridas ao supermercado, mas sei o que isso é! oh se sei... e também sei que entramos em loop e não encontramos a luz ao fundo do túnel e que pensamos que amanhã vai ser melhor e ainda acaba por ser pior.
    É a falta de controle que me assusta assim como o controle que a comida tem/tinha sobre mim.
    É claro que queremos ver resultados rápidos...e mesmo que consigamos ter mais fases boas do que más, a "binge eating disorder" vai lá estar no fundo...para sempre e o segredo é saber lidar com isso e saber como controlar os episódios.
    Quem não passou por nenhum distribuo tem alguma dificuldade em entender que não é apenas uma questão de peso, mas sim de controle sobre a nossa vida.
    Reitero que há profissionais que podem ajudar a que a nossa mente encarar as coisas de outro modo e não é vergonha nenhuma recorrer a eles..
    Beijos grandes e alguma coisa...estou aqui!

    ResponderEliminar
  4. Olá Mia!

    Eu nunca tive uma compulsão alimentar, mas sei perfeitamente o que é querermos lutar contra nós próprios e sentirmos que estamos a falhar e a perder o controlo. Mas é possível vencer Mia, e não precisas de atalhos para isso. Não precisas de fazer dietas milagrosas, só precisas de lutar dia após dia. Ninguém disse que lutarmos hoje, amanhã e depois era fácil, mas garanto-te que quando vences é uma sensação do caraças ;)

    E eu sei que consegues ser bem sucedida Mia, e acredito em ti. E tu, acreditas em ti? ;)

    Beijinhos e boa noite :)

    Se precisares de alguma coisa estou aqui :)

    ResponderEliminar
  5. Mia, tens e-mail que me possas facultar?

    ResponderEliminar
  6. Obrigada minhas queridas! Sem dúvida, é por nós, que irei lutar. :)

    ResponderEliminar