segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Eu também sou mimada

Ser mimada é lixado. Eu sou filha única e filha de pais separados. Ora então, sempre morei com a minha mãe e com os meus avós. Fui criada com os meus avós e tio. Os mimos todos para mim. As últimas novidades nos iogurtes, nos chocolates... No entanto, nunca fiz uma birra num supermercado, numa loja, etc. E não era por ter tudo. Porque somos pessoas de classe média-baixa-com-dinheiro-à-conta-e-à-rasca-para-pagar-as-dívidas. Portanto sempre tive aquela noção de trabalho. Desde os 15 anos que trabalho no Verão. Aqui é a época de mais trabalho. Pastelarias e restaurantes. Resort's. Eu já experimentei de tudo. E ganha-se dinheiro. Sempre tive esta noção de trabalho. Embora aquele conforto de saber que tenho um prato de comida na casa da minha avó à minha espera, me torne um pouco mimada. Porque existe sempre a noção de 'costas quentes'. Entendem? Mas já dei muita cabeçada na vida. Até porque o ambiente familiar sempre foi lotado em discussões e palavras feias. Embora saiba que, apesar de tudo, sou uma privilegiada. Um prato de comida nunca me faltou, mesmo se eu bater no fundo. O colo dos meus avós e da minha mãe sempre esteve à minha espera. E por isso, sou mimada. Já podia ter arriscado e sacrificado a minha pele em prole de um trabalho com futuro. Mas não o fiz, preferindo voltar para casa, com as costas quentes. Ainda tenho dinheiro do verão, mas vai acabar. Tenho que meter mãos à obra. Em Janeiro, se não existir nenhuma oportunidade em Gestão, irei sair daqui mais uma vez. Vou para a cidade, arrendo um quarto barato, arrisco um call center ou algo que me dê sustento. Eu sei que tenho as costas quentes, mas não o vou ter a vida inteira. Até porque me aflige o sistema nervoso. E quero ser o orgulho de quem já me deu muito, tanto. [...]

A propósito de gente mimada, aquela Fanny da casa dos segredos nunca deve ter levado um par de estalos. Que aflição! E ainda tem clube de fãs? Oh não. O mundo está perdido.

3 comentários:

  1. Gosto dessa tua clareza de espírito! :)
    (A Fanny é uma ordinária...)
    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Gostei imenso de te ler neste post! :)

    ResponderEliminar
  3. Bene - Passou clareza de espírito? Que bom. Maravilhoso. Porque às vezes acho que sou tão confusa e estranha. Senhores!

    ML - Obrigada. O teu blogue [como deves ter reparado] já li de fio a pavio. Gosto de pessoas reais. Com histórias.

    Beijinhos

    ResponderEliminar