terça-feira, 8 de novembro de 2011

Teu.


Hoje fazes anos. Pensei quinhentas mil vezes no que fazer hoje. Dar-te-ia eu os parabéns mesmo sabendo tudo o que me fizeste? Ou usaria uma rede social para 'banalizar' o facto, mas ao mesmo tempo deixar um gesto de 'lembrei-me de ti'. Pensei mais quinhetas vezes e, decidi enviar um 'parabéns.'. Enviei, como se de um amigo do facebook se tratasse. Enviei porque me lembrei de ti e queria que soubesses que estás presente na minha vida. Já não como antigamente [que antigamente tão recente, senhor], mas agora com um papel de 'foste muito importante para mim, em tudo, até mesmo no sofrimento que me fez crescer, i hope'. E és a pessoa que me marcou mais aos 23 anos, e és aquele que mais amei, és O homem a quem mais me dei, o amor mais sincero e dedicado, uma infinidade de cenas que me arrepiam só de lembrar, ai se me lembro de voltar a sentir... Lembro-me de tudo, mas lembro-me mais quando fui à tua casa pela primeira e única vez, sim, marcou-me, que estupidez. Talvez para ti, agora eu seja ´pó. Cinzas? Algo mais? Não sei, talvez seja sim. Acho que o brilho dos teus olhos nunca me enganou, que o teu coração também não, mas a infantilidade e aquela falha de carácter tramou-te, a ti e a mim. Não estou com desculpas, mas sei lá, era tudo tão perfeito [porque dizemos todas o mesmo?]. Mas que merda, como consigo eu ignorar a intensidade? É que a intensidade não se mediu por nada, apenas pelo que senti e isso não tem medida, o que é péssimo para quem quer seguir com a sua vida. Dizem que para esquecer o melhor é mesmo um novo amor, ainda não estou nessa, e sempre pensei que fosses tu, sou teimosa que dói, como agora vou acreditar que não és?! 
E agora, talvez, neste momento estejas bem agarrado à rapariga e eu aqui com merdas de Parabéns no facebook e tontices em blogues. 

Deixa, ao menos sinto e, pensava eu estar uma pedra de gelo. Talvez seja só hoje. Um dia eu aprendo.


adenda: respondeu e isso é péssimo, "obrigado mia, beijo". Indiferença :(  Siga, não vou pensar mais nisso!

2 comentários:

  1. ola querida

    nem sabes o quanto me revi nessas palavras..
    passei pelo mesmo e cada palavra tua era um pensamento meu naquela altura...ja passaram 2 anos e mesmo assim ainda é aquela coisa...tambem lhe mandei uma msg via face e nem um obrigado! mas enfim...como a gente se engana =)

    mas fizeste bem....sao pessoas que passam pela nossa vida e por mais mal que nos tenham feito nunca a esquecemos totalmente...

    Beijoo

    ResponderEliminar