quarta-feira, 9 de novembro de 2011

A minha relação com comida.

Eu tenho um problema com comida. Sim. É isso mesmo que acabaram de ler. Porquê? Porque eu adoro comer. Ponto. Adoro, faz-me feliz. Aquece, conforta, enche, nem que seja por instantes, os vazios que existem em mim.
Mas embora ame comer, acho que me faz melhor sentir-me magra, gira nas roupas, bem, activa, ágil e confortável na minha pele. Não há nada que pague isso. Embora eu não saiba conter-me. Não sei, ponto. Se começo a comer doces, não sei fazê-lo. Tento comer 'um quadradinho', mas fico-me pelas tabletes inteiras e mais, mais, mais até ficar mal disposta. Por isso, tenho que ser muito rígida comigo. Olham para mim e dizem que estou bem, nada de mais, nada de menos. Apesar de eu me sentir mais cheia, mais gordixa, mais enfadonha. Porque tenho abusado, sem controle, tenho me alimentado mal. Coisas que não dão energia nenhuma, que não é aquela comida boa cheia de vitaminas. Tenho uma qualidade no meio disto tudo, bebo diariamente 1,5lt de água, aqui é raríssimo falhar. Mas o chocolate está cá sempre. Seja pouco, muito ou demais. Nunca fui a uma nutricionista, mas o que será que me diria em relação a esta compulsão de cacau. Ah coma do negro e tal, naa, eu é mais de leite, o negro não gosto, apenas cedo se estiver há muitoo tempo sem comer o chocolate normal. Sim, porque eu tenho dores de cabeça se não o comer durante dias e dias. Tive 9 dias, agora há pouco tempo, sem o comer, já estava me a sentir desintoxicada. Mas não aguentei.
Agora acho que está na altura de ver as coisas de forma diferente. Ando a precisar de tudo aquilo que me faça sentir bem e, realmente, ter controle na comida e sentir-me saudável é muito importante. 
Vou experimentar cozinhar pratos diferentes com mais cor, e mais vitaminas. Como iogurte grego natural com frutos vermelhos daqueles congelados. Talvez. E sim, ser neurótica com a balança sempre atrás para ver quantas gramas já perdi não quero. Comer o que se gosta como day-off faz-nos mais felizes. E assim podemos ter regras, reeducar a nossa rotina e mesmo assim, perder volume e desintoxicar.

4 comentários:

  1. Boa sorte. O meu segredo é não comprar o tipo de comida viciante, tipo chocolates e bolachas. Se não tiver em casa nem me lembro, mas se tiver não consigo parar de comer.
    Mas também sou apologista de uma vida saudável, mas sem sacrifícios alimentares. Acho que o ideal é tentarmos comer o mais saudável possível mas dentro daquilo que gostamos e nos dá prazer comer.
    ***

    ResponderEliminar
  2. Mesmo... Tens razão. Mas como não sou eu quem faz as compras, temos logo problemas lol. E como estás? Ainda não arranjei niente :s

    ResponderEliminar
  3. Pois, isso de não sermos nós a fazer as compras ou a fazer a nossa comida complica tudo. Tenho esse problema quando estou na terrinha. Normalmente quando chego lá proibo logo a minha mãe de fazer doces. lol
    Olha, tudo na mesma, também ainda não arranjei nada :(

    ResponderEliminar
  4. Mia, não estás sozinha ;) sou eu que faço as compras e olha que chocolate e gelados não podem faltar por aqui. sou muito gulosa. o meu peso varia entre os 55 e os 57kg, nunca mais, mas sabes porquê? vou para o ginásio, é essencial para termos alguma disciplina, mas também quando não vou não páro quieta :) tenta fazer alguma acividade física, mesmo que apenas por uns 15 minutos, mas todos os dias e vais notar a diferença. beijinhos*

    ResponderEliminar