domingo, 30 de outubro de 2011

Mudanças

Quando a vida nos obrigada a recomeçar de forma tão dura traz-nos ensinamentos. Isso já toda a gente sabe. Mas passar por isso é diferente. Sinto-me diferente. Eu sinto-me tão diferente. Desvalorizo coisas banais, estou desapegada do mundo, apegada ao verdadeiro sentido da vida - estarmos com quem amamos e com quem nos ama. Sinto-me fria, selvagem, rebelde. Sinto me como se não quisesse mais pagar fretes, mais selectiva em relação a tudo o que quero para mim. E depois vem o mau feitio. Isso sempre esteve cá mas intensifica-se com o que quero da vida. Sinto uma certa repugnância de coisas fúteis, de um estilo de vida fútil. Isso sempre senti é verdade. Mas sinto-me diferente. E quando nos sentimos diferentes devemos mudar qualquer coisa cá por fora. Eu apetece-me mudar. Porque já mudei cá dentro e quero que as pessoas saibam, não me levassem elas depois a mal por eu não ser a mesma e responder torto a tudo o que achar que é torto. Sou um pouco daquelas pessoas que não gostam que as agarrem, que não me toquem, que não me ponham a mão em cima, eu nasci bicho talvez por isso me relacione na perfeição com eles.

1 comentário:

  1. É bom sentir que se mudou e mais ainda, para melhor. Eu acho que todos conseguimos mudar algo cá fora, quando já mudámos, efectivamente, no nosso interior! Por isso, go ahead! :)

    ResponderEliminar