quinta-feira, 18 de agosto de 2011

O ser humano.

Há uns tempos, um rapaz andou interessado em mim, apaixonado quiça.
Eu bloqueei completamente uma aproximação porque estava totalmente no desgosto amoroso da minha vida. Isto durou, durou, durou e durou.

Muitas tentativas da parte dele... eu completamente noutra, já farta da situação..voltei a envolver-me com aquele personagem principal das vidas duma pessoa e prontos mais uma cabeçada na parede daquelas valentes [pudera quem manda jogar de cabeça no mesmo erro?].

Depois de meses e meses comecei a olhar e pensar um pouco naquele rapaz que um dia esteve interessado em mim daquela forma. Isto é, comecei a pensar na possibilidade de.. e a notar a sua ausência [O ser humano é muito pior do que se pensa, só quer o que não tem, só está bem onde não está.]. Até que comecei a ver actualizações de face com outra rapariga e comecei a sentir um piquinho.

Hoje ele pôs conversa comigo no msn, eu super entusiasmada, até que ele diz que... tem namorada! Ah pois é. Totalmente real.
Eu tenho vergonha de sentir isto, mas sou humana, e qualquer ser humano gosta de se sentir acarinhada num momento em que está carente e por isso me lembrei dele, não por gostar dele ou estar apaixonada.
Isto são aquele tipo de coisas que temos de alterar na nossa condição humana: sim é real, nu e cru, mas a verdade é que isto é feio, ninguém deveria ser assim verdadeiramente. É claro que isto é mesmo só o universo a dar me sinais. De maturidade diria.

Muito bom.


[hoje foi dia livre na dieta, mas fui correr, amanhã recomeço]

1 comentário:

  1. Ter namorada ou ser casado, o que interessa é saber dar atenção, saber ajudar nas alturas certas, para isso servem os amigos!

    ResponderEliminar