terça-feira, 30 de agosto de 2011

Das derrotas.


Triste comigo mesma. Desiludida porque conheço os meus objectivos, ninguém mos fixou, eu própria os delineei.

Parar. Pensar. Caminhar de novo, recomeçar de novo.

Cabeça erguida, aqui vamos nós.

4 comentários:

  1. Gostei muito do teu blog. És concisa mas tocas no ponto.
    Apreciei o facto de te teres despedido por não ser o que te fazia feliz. Sabes que o meu primeiro emprego foi num café (durante 2 meses)e gostei muito?!Isto pode parecer estranho, mas eu digo sempre que é uma coisa que não me importava nada de voltar a fazer. Espero que encontres o teu rumo.
    Equilíbrio = também gosto da palavra. É pena que lhe ponho tanta vez um "DES" como prefixo.

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Luciana :)

    Todos os dias precisamos de uma dose de coragem nas nossas atitudes, alimentação, família, trabalho, etc. E este é o maior segredo de viver, porque nem sempre conseguimos, mas quando conseguimos... Ah é óptimo! Vai dando notícias, adoro ler o teu cantinho. **

    ResponderEliminar
  3. Quando as coisas não correm bem... há que saber mudar e traçar novo caminho! nunca desistir!

    ResponderEliminar
  4. Sem dúvida! E a vitória está em conseguir pôr isso em prática. Obrigada, Paulo*

    ResponderEliminar