sexta-feira, 29 de março de 2013

Pelos caminhos do coração


A minha vida corre bem. Graças ao Nosso Senhor. Descobri, finalmente, o trabalho que gosto de fazer. Gosto da minha rotina. Gosto também de relaxar, tomar um banho com a luz apagada, deixar-me relaxar, sozinha no quarto e afastada deste mundo indecente. Fico feliz, assim. Sou uma apaixonada pela vida que tenho. Mas.. há sempre um mas. Estou, pela segunda vez, na minha vida certa do coração apertado que tenho. Estou apaixonada por um homem. Este homem. E as coisas não correm como quero. Correm como têm de correr e isso por mais que não se queira, não é fácil como se pretende. E assim será.


...

quinta-feira, 7 de março de 2013

"Coragem" - [Episódios]

Ontem comecei uma nova etapa na minha vida. Iniciei funções numa nova empresa aqui perto de casa. De carro são 20 minutos mais coisa menos coisa. O ordenado é baixo mas sendo perto de casa e numa área que eu gosto, fica tudo mais que orientado. Ora pois, ontem lá cheguei eu a casa, depois de um dia exaustivo, por volta das 20h. Cansada mas entusiasmada, esperando lá por casa uma recetividade normal. Não, longe disso. Assim que abri o portão do quintal percebi logo que, o ruído barulhento que se fazia ouvir na estrada quase, eram os gritos da minha mãe a ralhar com a minha avó. E pronto percebi, mais uma vez, que descanso é uma coisa que a mim não me assiste. Fiquei tão enervada com tudo aquilo que o meu corpo cedeu, acumulei tanto mas tanto estes anos inteiros que o meu corpo cedeu. Deixei a minha raiva exercer sobre mim e esgotei-me - rasguei a minha blusa do pijama e sentei-me no sofá aos gritos e a tremer de dor.

...

Hoje de manhã não ouvi o despertador, acordei um quarto de hora antes de me fazer à estrada para o trabalho. O meu sangue frio é sempre muito nestas situações e vou buscar forças ocultas em mim. Arranjei-me tão depressa que cheguei antes de todas as minhas colegas de trabalho. Fui a primeira. Porém, deu para entender aquilo que o meu corpo me quis transmitir, chega de me expor desta forma, tenho de me preservar, seja da forma como for.

...

Tenho uma casa na qual posso dormir. É quase minha. Era do meu tio e é nela que durmo. Vou tentar fazer a minha vida aqui, o mais possível. Já tenho a roupa toda cá, água e gás. Preciso apenas de orientar a dispensa e a cozinha para poder fazer aqui tudo. Vou pensar mais na vida que eu quero construir e que, mesmo agora começou.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Notas mentais

Orientar-me.

Aprender.

Trabalhar para um objetivo.

Ficar mais magra e cheia de genica.

Equilibrar-me.

Orientar as minhas coisinhas.

Homens há muitos.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Ideias malucas

Esta semana já começou bem, um dia fantástico cheio de Sol e de luz que me fez querer correr pelos caminhos da minha aldeia e optar por não passar pelo ginásio. Uma liberdade, um cheirinho a natureza, tal como eu precisava para colocar ordem nas minhas ideias malucas. Estou com saudades deste menino que foi para casa (bem longeeee!) e me está a deixar super-confusa destas minhas ideias malucas. E esta semana, para ajudar as ideias malucas a orientarem-se, tenho que estudar legislação para a entrevista de sexta. A segunda desde que estou desempregada e na área de licenciatura. Mas a 100km de casa. O que para ajudar a libertar-me desta família de malucos seria ideal, perfeito. Mas há sempre um mas.

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Palavra de escuteira.

E entretanto, por cá, aconteceram mil coisas  - entrevistas de trabalho, aproximações emocionais, contactos físicos, possibilidades, formações- mas, a bem dizer, não faço ideia da repercussão que estes acontecimentos terão na minha vida. Nem tampouco, se terão.

Esta semana tudo mudou de um momento para o outro, passei a sentir-me confusa. Confusa como um novelo daqueles que demoram bastante tempo para desenvencilhar. Sei que preciso de me orientar, de limpar a minha mente e perceber aquilo que quero para mim. Não quero, de forma nenhuma, influenciar as minhas decisões por possibilidades de estar com alguém. E só quero estar com alguém que me queira muito. É isso. Eu só vou estar com alguém que me queira muito e vou, também, trabalhar naquilo que me faça feliz e bem. Seja onde for, naquilo que for, será uma decisão minha, não influenciada por nada, por ninguém. Possibilidades são mesmo isso, possibilidades.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Trevos da sorte

O meu domingo começou às seis da manhã e terminou por volta da uma da manhã. Um dia cheio e em cheio. Iniciou com uma viagem grande e terminou com uma viagem pequena. Uma viagem pequena, porém grande no meu coração sonhador, intensa no seu sabor a chá de Inverno, na companhia de pessoas misteriosas, reservadas, interessantes, intimistas e que eu, percebo agora, que todos as deveriam ter nas suas vidas e uma dúvida no ar - será que o universo está a enviar-me, por ora, os meus trevos da sorte?

A resposta ser-me-à dada pelo tempo.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

O pecado não compensa

Quando fazemos exercício físico e temos uma alimentação regrada, o nosso corpo muda. Pouco a pouco, com muita paciência e insistência, o nosso corpo altera gradualmente para melhor. O peso na balança pode alterar pouco ou nada, porém, a roupa nunca engana. Senti-mo-nos melhor na nossa pele e nas nossas roupas. Vestimos umas calças, uns calções - ou melhor as calças, os calções - aquela blusa que só fica bem com uma barriguinha mais seca e senti-mo-nos bem. Tudo nos fica bem. Não temos de andar a puxar a blusa para baixo ou a ajeitar as calças de ganga para não colocarem moeda no cofre. É bom poder estar à vontade com a nossa pele. Dá gosto comprar roupa. Dá um gostinho tão bom. Nada paga isto, amigas e amigos. Nem o sabor a chocolate, nem o sabor a baunilha nem mesmo o sabor a caramelo. A mim claro, ainda me faltam uns valentes danoninhos para chegar a vestir as minhas calças levis (as únicas, as primeiras) e me sentir folgada - sim por que eu visto as benditas mas ainda dá a sensação que vou explodir em 3,2,1 - porém tenho investido em mim e não tenho ficado a perder. Vou alterar aquilo que quero e consigo, vou tentar alcançar os meus objetivos e os meus sonhos. As coisas que dependem de mim são mesmo aquelas mais fáceis de conseguir, certo? Então é isso aí.